Back to Top icon+icon-facebookicon-fichaicon-fullscreenicon-kukagameslogo-safer icon-mobileicon-nucleoicon-printicon-seta-nexticon-seta-previcon-vire

Ficha para o professor

Zebu na sua casa

Zebu na sua casa

Você sabia que vários produtos da sua casa são derivados dos bovinos?

As principais partes do gado utilizadas pela indústria são: a carne, o leite, o chifre, o couro, o sebo e a cauda.

No final do jogo, você pode pintar várias imagens e mostrar que é um verdadeiro artista!

Nível de Ensino

Ensino Fundamental I

Componente curricular

Geografia

Tema

Industrialização

Matéria-prima

Produtos industrializados

Série

2º Ano - 3º Ano - 4º Ano

Idade

10 a 9 anos

Objetivos para o aluno

  • Fixar conhecimento adquirido em sala de aula;
  • Perceber a relação que se estabelece entre a indústria, a pecuária, o campo e a cidade;
  • Entender o processo de produção e industrialização de alimentos e produtos a partir da pecuária;
  • Saber o que é matéria-prima e produto industrializado;
  • Conhecer os produtos que podem ser fabricados a partir da pecuária – criação de gado;

Objetivos para o professor

  • Oferecer recursos didáticos para que o aluno pratique o que foi estudado na sala de aula;
  • Apresentar aos alunos outras fontes que os ajudem a compreender melhor o conteúdo estudado;
  • Ampliar conhecimentos dos alunos;

Sugestão de abordagem para o professor

Para a sistematização dos conteúdos abordados neste jogo, propor aos alunos a construção de um mapa conceitual, onde descreverão todas as partes utilizadas do boi e todos os produtos que derivam dessas partes.

Para as crianças dessa faixa etária, a melhor forma de propor o mapa conceitual é entregando uma folha A4 com o desenho de um boi (ou pedindo que desenhem) no centro dela. A partir do desenho, os alunos deverão “puxar” setas indicando a parte que será explorada. Na frente da seta, escreve-se o texto sobre cada parte.

Este mapa conceitual deverá ser feito a partir das questões propostas em cada jogada!

Complementando o conteúdo

- Subprodutos do boi

Engana-se quem pensa que do boi não se aproveita o berro. O som emitido pelo bovino também é utilizado em gravações musicais para filmes, novelas e para animar festas de peão Brasil afora.

São 49 segmentos industriais que dependem dos subprodutos bovinos. Os subprodutos do gado são classificados em não comestíveis e comestíveis. Determinados produtos, dependendo da preparação, podem ser enquadrados em ambas as categorias.

Dentre os subprodutos comestíveis, o fígado é o mais consumido. Outros órgãos também são apreciados e fazem parte da culinária, como língua, miolo, rabo, bucho e coração.

Os não comestíveis, aqueles que não podem ser consumidos, são desmembrados em diferentes subprodutos. A bílis tratada é usada em produtos farmacêuticos para problemas digestivos e cálculo biliar. Quando encontrada, é seca e vendida para países do Oriente.

Pele - A pele depois de tratada, chamada de couro, é utilizada na fabricação de bolsas, calçados, revestimentos (bancos de avião, carros, sofás, etc.), material esportivo (como bolas, tênis, chuteiras e luvas de goleiro) e até em roupas de luxo. Da pele do boi extrai-se o colágeno, substância poderosa utilizada em cosméticos (cremes e esmaltes), e ainda uma gelatina, usada na fabricação de medicamentos, filmes radiológicos e chicletes.

Pelos, sebo, gordura, sangue, glândulas, tudo é aproveitável

Das glândulas do boi, como as supra-renais, tireóide, pâncreas, etc., são extraídas substâncias usadas em medicamentos e perfumaria.

A insulina para diabéticos, por exemplo, é extraída a partir do pâncreas. Do intestino, produzem-se fios usados em cirurgias; a gordura é aproveitada para fazer sorvetes e produtos de confeitaria.

Já o sebo, que não é comestível, serve para produção de velas, sabão e sabonetes perfumados. Dos pelos do boi são fabricados pincéis, escovas de cabelo, de roupa e de limpeza – todos extraídos da cauda. Dos pelos de dentro da orelha do boi se produz pincéis de pintura finíssimos.

Muitos já ouviram falar que a gelatina que se come, vem do boi. Na verdade, os tendões e ligamentos é que são transformados em gelatina.

Dos chifres, são extraídos componentes usados no pó do extintor e fazem-se, também, pentes e botões. Os ossos, fonte de cálcio e fósforo, são usados na produção de farinhas utilizadas na alimentação de animais e aves. Uma vez calcinados, são usados na fabricação de porcelana, cerâmica, refinação de prata e fusão do cobre. Em usina de açúcar, utiliza-se o carvão de osso para alvejar e refinar o açúcar.

Até o sangue dos bovinos é aproveitado para produção de plasma, soro e farinha de sangue ou sangue solúvel. O plasma é usado na fabricação de embutidos; do soro, confeccionam-se vacinas; a farinha de sangue é aplicada como fertilizante, por causa do alto teor de nitrogênio; e o sangue solúvel é desidratado e aplicado em ração animal e na cola de madeira compensada. A mucosa do bicho vai para a indústria de laticínios, para a fabricação do coalho.

Desfeito esse mito, o boi se firma como um dos poucos animais no mundo com 100% de aproveitamento.

Como acessar o jogo educativo

Jogue na internet, acessando www.escolagames.com.br/jogos/zebuNaSuaCasa.