Back to Top icon+icon-facebookicon-fichaicon-fullscreenicon-kukagameslogo-safer icon-mobileicon-nucleoicon-printicon-seta-nexticon-seta-previcon-vire

Ficha para o professor

Guerra ao mosquito

Guerra ao mosquito

O Aedes aegypti é pequenino, mas temível: através de sua picada transmite diversas doenças. Por esse motivo precisamos acabar com todos os focos do mosquito. Responda às questões feitas pelo comandante e entre para nosso batalhão. Cada pessoa, munida de informações e disposta a entrar para o combate, faz com que juntos possamos vencer essa guerra!

Nível de Ensino

Ensino Fundamental I

Componente curricular

Língua Portuguesa

Matemática

Geografia

Ciências

Tema

Conscientização sobre combate aos focos de Aedes Aegypti

Série

3º Ano - 4º Ano - 5º Ano

Idade

08 a 11 anos

Objetivos para o aluno

  • Discutir sobre a transmissão do vírus da dengue, explicar sobre seu principal transmissor que é o mosquito Aedes Aegypti;
  • Debater sobre o que fazer para prevenir a reprodução do vírus;
  • Conhecer as doenças que podem ser transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, como dengue, Zica vírus e Chikungunya;
  • Aprender a combater o mosquito Aedes aegypti, reconhecendo suas formas de transmissão e prevenção;
  • Diminuir o risco de ser infectado pelo Aedes aegypti;
  • Propor atitudes e medidas adequadas para prevenção de doenças que tenham o mosquito como vetor;
  • Identificar locais que podem ser foco de reprodução do mosquito e proceder ao seu extermínio, através da correta atenção às instruções militares constantes no game;
  • Compreender-se como sujeito implicado no mundo em que vive, reconhecendo-se responsável pelo cuidado com o ecossistema do qual faz parte;

Objetivos para o professor

  • Apresentar a importância do combate ao foco de Aedes aegypti, tendo em vista a prevenção à transmissão de doenças;
  • Atentar para a relação entre o mosquito e suas características específicas de reprodução e a necessidade de erradicação dos focos;
  • Apresentar instruções que devem ser seguidas a fim de se atingir o objetivo desejado, tal como ocorre no game Guerra ao Mosquito;
  • Possibilitar a percepção de que o aluno é sujeito fundamental na dinâmica da comunidade e que suas ações individuais implicam no todo;
  • Possibilitar a compreensão de que o aprendiz pode ser um agente multiplicador diante de sua família no tocante à conscientização no combate aos focos do Aedes aegypti.

Sugestão de abordagem para o professor

(Sugestão 1) O professor pode dar sequência à atividade expositiva em que trata de microrganismos questionando os alunos acerca do que conhecem acerca do Aedes aegypti. “Quem aqui dentre nós já não ouviu uma história sobre ele?”, “Quem já teve dengue?”, “Alguém da família, da sua comunidade etc. já foi acometido por essa doença?”. O intuito é mostrar que o Aedes aegypti está absolutamente presente no nosso cotidiano e que, no entanto, isso necessita ser urgentemente mudado. Para que tal mudança ocorra, o professor deve insistir no argumento de que todos devemos conhecer a fundo o modo de vida e de reprodução do mosquito, que é vetor de tantas doenças, a fim de que possamos, todos, assumir a responsabilidade que cabe a cada um no nosso ecossistema. Em seguida, com o intuito de exercitar cada um dos membros dessa comunidade no real “combate” aos focos do mosquito, todos participarão de um “treinamento especial” realizado online. Neste momento, entra em campo o game Guerra ao mosquito.

(Sugestão 2) Pedir para os alunos fazerem uma pesquisa sobre as possíveis armadilhas que existem para pegar o mosquito da dengue, solicitar que o aluno faça umas das armadilhas existentes em casa e espalhe o trabalho pelo colégio.

Modelo disponível em: https://escolaeducacao.com.br/plano-de-aula-sobre-a-dengue/

Acesso em 06 de Abril de 2021.

(Sugestão 3) Produção de cartilhas informativas sobre o assunto.

(Sugestão 4) Mutirão de limpeza na escola a procura dos focos de dengue. Investigar, levantamento de dados, exposição e discussão dos resultados.

(Sugestão 5) Elaboração de poemas e rimas sobre o assunto.

(Sugestão 6) Convidar os agentes de saúde para falar sobre o tema/ como é transmitida a dengue.

Em seguida, elaborar cartazes para conscientizar a população/ colegas e espalhar pela escola e comunidade.

(Sugestão 7) Observar, elaborar e discutir gráficos emitidos pelas secretárias municipais de saúde e OMS.

(Sugestão 8) Fazer o mosquito fêmea e macho utilizando massinha de modelar ou biscuit.

(Sugestão 9) Criar dobraduras e máscaras do mosquito.

(Sugestão 10) Apresentar aos alunos o vídeo “Turma da Mônica contra dengue”

Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=vZgmsDT10E8&t=4s&ab_channel=ClipsDaTurma

Acesso em: 06 de Abril de 2021.

Em seguida fazer a discussão sobre o assunto.

(Sugestão 11) Elaboração de Teatro de fantoches sobre o tema.

(Sugestão 12) Promover concurso de desenhos.

Complementando o conteúdo

A Base Nacional Curricular Comum (BNCC) aponta que o conhecimento que envolve a experiência do ser humano em relação à natureza e suas implicações no ecossistema seja o foco da área de Ciências da Natureza. Saber-se reconhecer como um ser vivo e que se coloca a todo momento em relação a outros, compondo a dinâmica de uma grande rede de seres vivos dá a dimensão de que as ações e reações estão todas em algum grau relacionadas no nosso universo. Nesse sentido, a Base se divide em alguns eixos temáticos, a saber “Matéria e Energia”, “Vida e Evolução” e “Terra e Universo”. É precisamente na unidade temática “Vida e evolução” que se encontra a importância do game pedagógico Guerra ao Mosquito, pois tal unidade “propõe o estudo de questões relacionadas aos seres vivos (incluindo os seres humanos), suas características e necessidades, e a vida como fenômeno natural e social, os elementos essenciais à sua manutenção e à compreensão dos processos evolutivos que geram a diversidade de formas de vida no planeta. Estudam-se características dos ecossistemas destacando-se as interações dos seres vivos com outros seres vivos e com os fatores não vivos do ambiente, com destaque para as interações que os seres humanos estabelecem entre si e com os demais seres vivos e elementos não vivos do ambiente”.

A relação com os microrganismos, que são parte do objeto de conhecimento do 4º. Ano, e cuja Habilidade identificada pela BNCC é a de “Propor, a partir do conhecimento das formas de transmissão de alguns microrganismos (vírus, bactérias e protozoários), atitudes e medidas adequadas para prevenção de doenças a eles associadas” é absolutamente coerente com a identificação do Aedes aegypti como vetor de transmissão dos microrganismos como os do vírus da dengue, da Zica e da Chikungunya. Por tal razão, este game se insere como atividade fundamental na construção de atitudes preventivas e de responsabilidade para com o nosso ecossistema.

___________________

1 BRASIL. Base Nacional Curricular Comum. Brasília: MEC. 2017. Disponível em http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/06/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em 20 Janeiro 2018. P. 324.

2 BRASIL. Base Nacional Curricular Comum. Brasília: MEC. 2017. Disponível em http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/06/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em 20 Janeiro 2018.p. 336-337.

Referências:

BRASIL. Base Nacional Curricular Comum. Brasília: MEC. 2017. Disponível em http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/06/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em 20 Janeiro 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. Saúde de A a Z. Disponível em: http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/zika-virus. Acesso em 8 Março 2019

Como acessar o jogo educativo

Jogue na internet, acessando: http://www.escolagames.com.br/jogos/guerraAoMosquito.