Back to Top icon+icon-facebookicon-fichaicon-fullscreenicon-kukagameslogo-safer icon-mobileicon-nucleoicon-printicon-seta-nexticon-seta-previcon-vire

Ficha para o professor

Coelho da Páscoa

Coelho da Páscoa

O Coelho da Páscoa é muito inteligente. Ele sabe falar vários idiomas.

Hoje, vamos aprender com ele os números em português, inglês, espanhol e italiano.

É fácil e muito divertido! Assim que os Ovos de Páscoa aparecerem em meio às árvores, basta clicar neles: ouça o número e, para ficar mais prazeroso ainda, repita-o em voz alta.

Nível de Ensino

Ensino Fundamental I

Educação Infantil

Ensino Fundamental II

Componente curricular

Língua Portuguesa

Matemática

Inglês

Espanhol

Italiano

Tema

Aprendizagem e Reforço da sequência numérica em português;

Aprendizagem dos números em Espanhol, Inglês e Italiano;

Reflexão sobre a ordem existente entre os números naturais.

Série

1º Ano - 2º Ano - 3º Ano - 4º Ano - 5º Ano - Pré-escola - 6º Ano

Idade

10 a 9 anos

Objetivos para o aluno

  • Nomear e ordenar números naturais de 1 a 100;
  • Recitar e memorizar a sequência numérica de 1 a 100 nos idiomas português, inglês, espanhol e italiano;
  • Desenvolver o raciocínio lógico com a noção de quantificação e ordenação;
  • Perceber que um número natural ocupa lugar na sequência numérica e que esta possui regularidades;
  • Reconhecer os nomes dos números e associá-los corretamente ao seu respectivo símbolo numérico.

Objetivos para o professor

  • Oferecer recursos visuais e auditivos para a assimilação dos números e a abstração de que a um símbolo numérico se associa uma palavra – em seu estrato sonoro e gráfico;
  • Estimular a contagem de rotina;
  • Fornecer características do sistema de numeração decimal, utilizando a composição dos números naturais até 100 (cem);
  • Ressaltar a regularidade entre as mudanças ocorridas a partir do número 9;
  • Proporcionar aos alunos a percepção das características do sistema de numeração decimal – SND –, que implica em saber que ele tem base 10, uma vez que as trocas para uma nova ordem são feitas a cada dez elementos da ordem inferior;
  • Atentar para o fato de que o SND possui um símbolo para o zero, bem como que, com dez algarismos (0 a 9) se representa qualquer quantidade e, sobretudo, que é um sistema posicional (o valor de um algarismo no número depende da posição que ele ocupa).

Sugestão de abordagem para o professor

Tendo o foco na contagem de rotina, o professor de Matemática pode pedir aos alunos, em um primeiro momento, que ouçam e repitam em voz alta o número do Ovo encontrado pelo Coelho da Páscoa em conjunto (até o número que ele estipular como objetivo de aprendizagem da aula). Em seguida, ele deve estimular a associação feita entre a sequência dos números e a contagem por alunos que estejam em sequência nas carteiras. Essa atividade visa à compreensão, por parte do aluno, de que há uma relação de regularidade entre eles, regularidade essa que se materializa com a nomeação de cada número por uma criança que esteja na posição anterior a outra na mesma fileira. Essa atividade estimula ao mesmo tempo a memorização e a apropriação dos números naturais a fim de que o aprendiz possa perceber a relação absoluta que o número institui, ao mesmo tempo em que instaura uma relação fundamental de sequência, isto é, a noção de anterioridade e de posteridade de cada um em relação aos outros.

No ensino de Língua Estrangeira, é fundamental que o professor estimule em um primeiro momento a compreensão oral da criança, atentando para a presença do som e a relação com o símbolo numérico. A atividade pode ser semelhante à proposta para o ensino de Matemática, com o reforço, neste caso, da particularidade dos sons (fonemas) da língua em questão. É fundamental, também, que o professor fique atento à produção oral da criança, assegurando que ela produza sons semelhantes aos que ela ouvir no jogo. Posteriormente, apenas, é que o professor deve se concentrar na aprendizagem dos números por escrito, seguindo esse caminho quando se assegurar que a relação de sequência e de regularidade dos números foi adquirida.

Complementando o conteúdo

Os componentes curriculares como Língua Portuguesa e Matemática estão presentes desde os anos iniciais do Ensino Fundamental. Observando isso, o professor pode utilizar a atividade proposta desde as primeiras aulas, uma vez que a Base Nacional Comum Curricular de Matemática tem como orientação o pleno domínio dos números naturais a partir do 1º. Ano.

A obrigatoriedade do ensino de Língua Estrangeira, por sua vez, ocorre apenas a partir do 6º ano. Deste momento em diante, o aprendiz já deve ter noções básicas de vocabulário como números, datas e nomes. Considerando que, quanto à habilidade de leitura, a criança tenha condições de encontrar dados específicos em um texto, como, por exemplo, datas, números, nomes e fatos, essa atividade é fundamental para o conhecimento dos signos que representam os números. Por esse motivo, caso o estudante tenha acesso à aprendizagem de uma língua estrangeira nas séries iniciais do Ensino Fundamental, o professor de Línguas Estrangeiras pode implementar a atividade com diferentes turmas à medida que o domínio dos números for adequado. Assim, ele pode aumentar a progressão da sequência até atingir o número final proposto pela atividade, 100.

De acordo com o Artigo 15 da “Resolução nº. 7, que fixa Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove) anos”, três componentes curriculares obrigatórios do Ensino Fundamental, Língua Portuguesa, Matemática e Língua Estrangeira Moderna, são contemplados nesse jogo. O aprendizado dos números de modo amplo tal qual se propõe nesta atividade incide na proposta do Artigo 12 deste mesmo documento, que reforça a ligação da aprendizagem com o mundo. Dominar a sequência numérica é, portanto, um modo de se ter acesso aos instrumentos de abstração e compreensão daquele e que garantem ao aprendiz uma maior chance de se integrar satisfatoriamente nele.

Além disso, a importância de se oferecer aos alunos atividades lúdicas que trabalhem os números naturais, com diferentes maneiras de se referir a eles (oralmente ou por escrito) e em diferentes línguas, inclusive, é um dos objetivos entrevistos por essa Resolução. Sobre essa ligação entre as áreas de conhecimento, lê-se no Artigo 13: “Os conteúdos a que se refere o art. 12 são constituídos por componentes curriculares que, por sua vez, se articulam com as áreas de conhecimento, a saber: Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas. As áreas de conhecimento favorecem a comunicação entre diferentes conhecimentos sistematizados e entre estes e outros saberes, mas permitem que os referenciais próprios de cada componente curricular sejam preservados.”.

Além disso, de acordo com a Base Nacional Curricular Comum, na fase inicial da Educação Infantil, que compreende a idade de 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses, constitui objetivo de aprendizagem e desenvolvimento para tal público a capacidade de “Registrar com números a quantidade de crianças (meninas e meninos, presentes e ausentes) e a quantidade de objetos da mesma natureza (bonecas, bolas, livros etc.)”. Dos 4 anos em diante, o documento aponta que é objetivo de aprendizagem o registro de “observações, manipulações e medidas, usando múltiplas linguagens (desenho, registro por números ou escrita espontânea), em diferentes suportes”. E, ainda, segundo a Base, é objetivo nessa fase “Relacionar números às suas respectivas quantidades e identificar o antes, o depois e o entre em uma sequência.”. Deste momento em diante, portanto, é recomendável a utilização deste jogo a fim de que as crianças possam se apropriar dos números e reforçar a construção de relação de sequência e de ligação com o mundo que a atividade oferece.

Fonte:

BRASIL. Conselho Nacional de Educação; Câmara de Educação Básica. Parecer nº 11, de 7 de julho de 2010. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove) anos. Diário Oficial da União, Brasília, 9 de dezembro de 2010, Seção 1, p. 28. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/rceb007_10.pdf. Acesso em 06 Nov 2018.

BRASIL. Base Nacional Curricular Comum. Disponível em http://basenacionalcomum.mec.gov.br/abase/: Acesso em 07 Nov 2018.

BRASIL.http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/06/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf . Acesso em 07 Nov 2011. p. 49-50.

Como acessar o jogo educativo

Jogue na internet, acessando: http://www.escolagames.com.br/jogos/coelhoDaPascoa.

Google Play

Instale o aplicativo no seu dispositivo Android

App Store

Instale o aplicativo no seu iPad / iPhone