Back to Top icon+icon-facebookicon-fichaicon-fullscreenicon-kukagameslogo-safer icon-mobileicon-nucleoicon-printicon-seta-nexticon-seta-previcon-vire

Ficha para o professor

Calendário mágico

Calendário mágico

Estamos diante do Calendário Mágico e precisamos aprender a utilizá-lo para desfrutar de seus poderes.

Após responder a todas as perguntas, você poderá usar a magia para voltar ao passado e viver uma grande aventura, na época dos dinossauros.

Nível de Ensino

Ensino Fundamental I

Componente curricular

Matemática

Tema

Calendário

Série

1º Ano - 2º Ano - 3º Ano

Idade

06 a 09 anos

Objetivos para o aluno

  • Reconhecer o calendário (dia, mês e ano) como fundamental no cotidiano das pessoas;
  • Relacionar e identificar as unidades de medida de tempo – dia, semana, mês e ano;
  • Aprender sobre o funcionamento dos números num contexto específico: o calendário;
  • Construir a noção de contagem e sequência dos dias da semana, destacando a sucessão e a duração do tempo;
  • Estabelecer relação dos acontecimentos cotidianos entre o hoje, ontem e amanhã;
  • Compreender e relacionar as unidades de medidas de tempo no contexto social;
  • Reconhecer o significado das palavras: bimestre, trimestre, semestre e ano bissexto;
  • Reconhecer a medição e organização do tempo: dias, meses, anos, décadas e séculos;
  • Entender os calendários que foram criados ao longo da história;
  • Participar de resoluções de situações problemas envolvendo dias, meses e anos;

Objetivos para o professor

  • Levar o aluno a perceber a sucessão e a duração do tempo, por meio da contagem e sequência dos dias, das semanas, dos meses e dos anos;
  • Propor a utilização dos números em diferentes contextos;
  • Fixar conteúdo trabalhado em sala de aula;
  • Apresentar aos alunos diferentes formas de medir o tempo;
  • Mostrar aos alunos a importância do calendário;

Sugestão de abordagem para o professor

(Sugestão 1) O jogo poderá ser proposto individualmente ou em duplas. As crianças deverão ser estimuladas a trocarem ideias para encontrarem a resposta correta. No desafio final, deverão se revezar, e ora um participa, ora o outro integrante da dupla.

(Sugestão 2) Ajudá-los a identificar a composição do calendário: palavras e números, coluna. Separe colunas e linhas por cores para ajudar na identificação.

(Sugestão 3) Fixar, na parede da sala de aula, o calendário do mês, para acompanhar com os alunos o dia-a-dia. Se preferir, utilizar um calendário que tenha todos os meses do ano.

(Sugestão 4) É muito importante estabelecer uma rotina diária em que se inicie a aula sempre questionando a turma: que dia é hoje? Qual dia da semana? Qual é o mês?

No decorrer deste trabalho, acrescentar novos questionamentos às crianças, como forma de explorar e trabalhar o calendário:

* Qual dia do mês foi ontem? E qual dia da semana?

* Amanhã, qual dia será?

* Quantos dias faltam para terminar este mês?

* Qual é o último dia da semana deste mês?

* Amanhã já estaremos em outro mês, qual é o nome dele?

* Quantos dias faltam para chegar a nossa Festa Junina?

(Sugestão 5) É relevante marcar no calendário, com a ajuda das crianças, datas importantes para a turma: festas da escola, aniversariantes do mês, dentre outras.

Outras situações-problemas poderão ser propostas, a partir das jogadas neste game:

1) Qual outro mês que tem o mesmo número de dias que este?

2) Em que dia da semana começou este mês?

3) Vejam o último dia deste mês. Em que dia da semana começará o próximo mês? Que mês é este?

4) Se hoje é a 3ª quarta-feira do mês, que dia é hoje?

5) Faltam 48 horas para sábado. Quantos dias faltam?

6) A reunião de pais acontecerá no dia 30. Quantos dias faltam?

7) Luísa faz aniversário no 5º dia do mês e Samuel faz aniversário 18 dias depois de Luísa. Que dia é aniversário de Samuel?

8) Quantas semanas este mês possui?

9) Quantos dias de aula teremos neste mês?

10) Observando o mês que aparece na jogada, escreva os nomes dos meses que vêm antes e depois deste:

(Sugestão 6) Para complementar o conteúdo, dois textos interessantes para o trabalho sobre calendário, interdisciplinar com Língua Portuguesa:

SEIS VEZES DOIS DÁ DOZE MESES – Pedro Bandeira

(Sugestão 7) Elaborar um calendário coletivo com a data de nascimento de todos os alunos. Solicitar que os alunos acompanhem o calendário diariamente para não esquecerem do aniversário de nenhum coleguinha.

(Sugestão 8) Apresentar aos alunos diferentes calendários elaborados ao longo da história (calendário gregoriano, calendário inca, calendário maia, calendário solar).

(Sugestão 9) Construir com os alunos uma ampulheta.

(Sugestão 10) Elaborar um calendário criativo (ilustrado) destacando datas comemorativas como; páscoa, natal, ano novo e etc.

Complementando o conteúdo

Conheça alguns calendários elaborados ao longo da história

Calendário Solar

Como as lunações são mais curtas, era mais fácil observar o ciclo lunar do que o ciclo solar, e foi por isso que o calendário solar foi mais difícil de ser constituído, entendido e estudado. Criado pelos egípcios, o calendário solar apresentava-se com 12 meses, com 30 dias cada um, mas acrescidos de 5 dias ao final do ano, totalizando 365 dias. Os meses eram divididos em três estações apenas, sendo elas o Verão e o Inverno, comuns ao que seguimos hoje, além da Inundação.

Calendário Cristão

Também conhecido pelo nome de calendário gregoriano, o calendário Cristão é o que se segue atualmente no Brasil, e em muitas localidades do mundo. O monge Dionísio, da Roma do século VI, foi quem criou esse calendário, que iniciava a contagem por um acontecimento de grande valor. Com isso, Dionísio, cristão, considerou que o ano 1 seria o ano de nascimento de Jesus Cristo. Somente no ano de 1582 esse calendário tornou-se oficial pelas mãos do Papa Gregório XIII, que também teve seu nome usado para referência do calendário.

Calendário Maia

Os maias contam, em sua cultura, com dois calendários originários de aproximadamente, segundo estudiosos, 550 a.C. o Haab, é o calendário civil, formado por 365 dias que estão divididos em 18 meses com 20 dias cada um. Os 5 dias que sobram nessas contas, não pertencem a nenhum mês. E também possuem o Tzolkin, que é um calendário sagrado e conta com 260 dias em três grupos de meses.

Calendário Chinês

A China é um dos países que usa o calendário diferenciado do gregoriano. Trata-se de um calendário lunissolar, de forma que, como o nome indica, considera o ciclo Lunar e Solar, unidos. Com ciclos de 12 anos que se iniciam em Fevereiro (ano novo chinês), o calendário tem seu horóscopo dividido de forma diferente, sendo relacionados ao ano de nascimento, e não aos meses como estamos acostumados no Ocidente. Os animais repetem-se a cada cinco anos, sendo eles o rato, o boi, o tigre, o coelho, o dragão, a serpente, o cavalo, o carneiro, o macaco, o galo, o cão e o porco.

Calendário Islâmico

O calendário islâmico, por fim, é lunar, e pode ser referido também pelo nome de hegírico. Isso em referência à fuga de Maomé para a Medina, que ficou conhecido como Hégira, considerado ainda esse o primeiro ano da era muçulmana. Nesse calendário, temos 354 dias, divididos em 12 meses que contêm 29 ou 30 dias.

FONTE: PETRIN, Natália. A origem dos calendários. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/historia/origem-dos-calendarios. Acesso em: 26 de April de 2021.

Como acessar o jogo educativo

Jogue na internet, acessando: http://www.escolagames.com.br/jogos/calendarioMagico.

Jogue a versão em inglês do jogo, acessando http://www.bestschoolgames.com/educational-games/magic-calendar/.